POÉTICA DAS SOMBRAS

Página 3 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por Henry Evaristo em Sex 3 Abr 2009 - 14:08

Amigos poetas das sombras! Em breve a Câmara dos Tormentos estará disponibilizando um setor específico para publicação de poesias fantásticas. Os trabalhos publicados lá, além das contribuições que espero receber, serão garimpados daqui deste tópico. Desde já peço autorização dos nobres artistas para que eu possa realizar estas publicações informando, para isso, que todos os textos publicados aqui ficarão, automaticamente, passíveis de publicação em meu blog; ou não (como diria Caetano, rsrsrsrs!).
avatar
Henry Evaristo
Admin

Mensagens : 753
Data de inscrição : 27/12/2008

Ver perfil do usuário http://forumdacamara.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por Nana B.® Poetisa †Queen o em Sex 3 Abr 2009 - 14:11

Henry, Sire...contanto que sejam dados os devidos créditos, não me oponho.

Ah, perguntinha!
Tentei postar meu copyrights junto do poema, como costumo fzr,
mas o HTML dele, não pegou aqui no forum...pq?

Beijinhos sombrios...
Nana
avatar
Nana B.® Poetisa †Queen o

Mensagens : 22
Data de inscrição : 31/03/2009
Idade : 48
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://literaturafantasticabrasil.ning.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por Poleto em Sex 3 Abr 2009 - 14:15

Nana B.®️ Poetisa †Queen o escreveu:Henry, Sire...contanto que sejam dados os devidos créditos, não me oponho.

Ah, perguntinha!
Tentei postar meu copyrights junto do poema, como costumo fzr,
mas o HTML dele, não pegou aqui no forum...pq?

Beijinhos sombrios...
Nana

Acho que o forum não aceita HTML. Sad
Você deve usar os itens da barra de ferramentas da edição do post.
avatar
Poleto

Mensagens : 1550
Data de inscrição : 27/12/2008
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://casadasalmas.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por Nana B.® Poetisa †Queen o em Sex 3 Abr 2009 - 14:20

Eu tentei, mas não dá pra carregar o copyright mesmo.

Valeu pela dica.
avatar
Nana B.® Poetisa †Queen o

Mensagens : 22
Data de inscrição : 31/03/2009
Idade : 48
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://literaturafantasticabrasil.ning.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por Poleto em Sex 3 Abr 2009 - 14:23

Nana B.®️ Poetisa †Queen o escreveu:Eu tentei, mas não dá pra carregar o copyright mesmo.

Valeu pela dica.

Se quiser manda aqui para eu tentar te ajudar.
avatar
Poleto

Mensagens : 1550
Data de inscrição : 27/12/2008
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://casadasalmas.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por Henry Evaristo em Sex 3 Abr 2009 - 14:49

Nana B.®️ Poetisa †Queen o escreveu:Henry, Sire...contanto que sejam dados os devidos créditos, não me oponho.

Ah, perguntinha!
Tentei postar meu copyrights junto do poema, como costumo fzr,
mas o HTML dele, não pegou aqui no forum...pq?

Beijinhos sombrios...
Nana

"...contanto que sejam dados os devidos créditos..."

Sim, não poderia ser de outra forma...

Sobre o código do copyright, creio que o procedimento correto de postagem é através o ícone LINK no alto da página de resposta. Mas, também não sei ao certo pois nunca postei códigos de copyrights aqui, rsrsrsr. Vamos ver se solucionamos este mistério...
avatar
Henry Evaristo
Admin

Mensagens : 753
Data de inscrição : 27/12/2008

Ver perfil do usuário http://forumdacamara.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por Henry Evaristo em Sex 3 Abr 2009 - 15:44

Henry Evaristo escreveu:
Nana B.®️ Poetisa †Queen o escreveu:Henry, Sire...contanto que sejam dados os devidos créditos, não me oponho.

Ah, perguntinha!
Tentei postar meu copyrights junto do poema, como costumo fzr,
mas o HTML dele, não pegou aqui no forum...pq?

Beijinhos sombrios...
Nana

"...contanto que sejam dados os devidos créditos..."

Sim, não poderia ser de outra forma...

Sobre o código do copyright, creio que o procedimento correto de postagem é através o ícone LINK no alto da página de resposta. Mas, também não sei ao certo pois nunca postei códigos de copyrights aqui, rsrsrsr. Vamos ver se solucionamos este mistério...

Mistério esclarecido. De fato não é possível postar códigos HTML no forum da Câmara. Infelizmente é uma limitação que impõe o site provedor. No momento parece que não há o que fazer.
avatar
Henry Evaristo
Admin

Mensagens : 753
Data de inscrição : 27/12/2008

Ver perfil do usuário http://forumdacamara.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por PAULO SORIANO em Sab 4 Abr 2009 - 3:02

Tânia Souza escreveu:O labirinto

Para Paulo Soriano

Uma vez, vozes nefastas sussurravam mistérios
A noite cobriu-se súbita de névoas e neblinas
O céu estremecia em nuvens oscuras

Uma aura de insanidade percorreu as ruas
E a vida confundiu-se em mórbida fantasia

Era Ela um anjo em forma de menina
Eis então que em sono profundo conheceu-se:
A face sombria, torpe, tão mesquinha...

Despertou em angústica arritmia
Olhos tristes, tentou não mais dormir
Mas junto ao luar a sombra renascia

Era Ela crueldade em vestes femininas
Eis então que em sono profundo conheceu-se:
Traços suaves, ternura, tanta gentileza...

Debateu-se insana para não despertar
Derramou lágrimas que não conhecia
Mas junto ao sol a sombra renascia

E as duas em uma foram seus dias seguindo
Sem mais saber o que era sonho ou realidade

De orgias e penitências as almas viviam
A donzela que não queria adormecer
A dama sombria que não queria despertar

Sonâmbulos são os passos no labirinto da agonia.

Tânia Souza

Poema reverberado após a intensidade leitora do conto Círculo Vicioso - (In. Histórias Nefastas, de Paulo Soriano) perdoe-me Paulo, pela in-licença poética!



Querida Tânia: Lindo poema, amiga. Um poema inefável. Mas não me julgo merecedor de sua belíssima homenagem. Eu o digo com toda sinceridade. Juro que, ao escrever o "Círculo Vicioso", tinha em mente, apenas, produzir algo dentro da vertente fantástica. Não sabia que iria reverberar no coração de algum poeta, muito menos em um coração de poeta tão sensível como o seu. Creio que o seu coração é um alaúde suspenso; tão logo o tocamos, ele ressoa!
avatar
PAULO SORIANO

Mensagens : 362
Data de inscrição : 27/12/2008

Ver perfil do usuário http://www.contosdeterror.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por Tânia Souza em Dom 5 Abr 2009 - 2:15

Ora Paulo, eu Adorei o conto! Eu é que agradeço por você escrever assim.


"Creio que o seu coração é um alaúde suspenso; tão logo o tocamos, ele ressoa!"

Que linda imagem poética é essa? Muito obrigada!
avatar
Tânia Souza

Mensagens : 2066
Data de inscrição : 27/12/2008
Idade : 41

Ver perfil do usuário http://recantodasletras.uol.com.br/autores/titania

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por PAULO SORIANO em Dom 5 Abr 2009 - 21:13

Tânia Souza escreveu:Ora Paulo, eu Adorei o conto! Eu é que agradeço por você escrever assim.


"Creio que o seu coração é um alaúde suspenso; tão logo o tocamos, ele ressoa!"

Que linda imagem poética é essa? Muito obrigada!

Amiga:

A linda imagem poética vem da frase do poeta Francês De Béranger, citado por Pöe na "Queda da casa de Usher":

"Son coeur est un luth suspendu; sitôt qu'on le touche il résonne."
Ou seja,(mais ou menos, não sou bom tradutor):

"Seu coração é um alaúde suspenso; assim que o tocamos, ele ressoa".
Lindo, não?

Bração
PAULO
avatar
PAULO SORIANO

Mensagens : 362
Data de inscrição : 27/12/2008

Ver perfil do usuário http://www.contosdeterror.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por Tânia Souza em Dom 5 Abr 2009 - 21:26

PAULO SORIANO escreveu:

Amiga:

A linda imagem poética vem da frase do poeta Francês De Béranger, citado por Pöe na "Queda da casa de Usher":

"Son coeur est un luth suspendu; sitôt qu'on le touche il résonne."
Ou seja,(mais ou menos, não sou bom tradutor):

"Seu coração é um alaúde suspenso; assim que o tocamos, ele ressoa".
Lindo, não?

Bração
PAULO


Nossa, não imaginava, quando li não prestei atenção, quanto coisa deixamos escapar quando lemos algo!

Mas que é belissima, isso é!
avatar
Tânia Souza

Mensagens : 2066
Data de inscrição : 27/12/2008
Idade : 41

Ver perfil do usuário http://recantodasletras.uol.com.br/autores/titania

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por Tânia Souza em Dom 26 Abr 2009 - 0:09

Personas, vamos visitar o espaço da câmara somente para poesia sombria, está lindo !!!!! E aproveitando a idéia do Afonso e retomando uma proposta que já tentei aqui, vamos propor sempre uma imagem para inspirar as composiçoes poéticas, e depois, levamos os poemas que ficarem legais lá para o Poesia das Sombras .

http://sombraspoeticas.blogspot.com/

O que acham?
avatar
Tânia Souza

Mensagens : 2066
Data de inscrição : 27/12/2008
Idade : 41

Ver perfil do usuário http://recantodasletras.uol.com.br/autores/titania

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por Fiore em Sab 2 Maio 2009 - 21:44

Barco à deriva

Fiore

A morte é a maior lei e a vida tem seu rumo.
O embate é tão cruel e às vezes deixa traumas.
Não olha servo ou rei. O que ele traz é o sumo...
No mais das vezes, fel e rouba toda a calma.

A anestesia é a fé, que põe o ser a prumo,
Acende tosca luz, qual vela e queima a palma.
É assim que a sorte é! Este é o melhor resumo!
Por isso, tome a cruz e trate bem da alma.

Não queira só o sim, nem fuja de suas provas,
Pois no seu peito jaz um ser humano aflito,
Que segue para o fim, na direção da cova.
Talvez lá, haja paz ou algo mais bonito.

Mas seja como for, não tem alternativa.
O mundo é choro... Dor... Ais... Um barco à deriva.
avatar
Fiore

Mensagens : 179
Data de inscrição : 27/12/2008
Idade : 57

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por Tânia Souza em Dom 17 Maio 2009 - 16:08

Um trecho de A terra desolada de T.S Eliot, ilustração de Gustave Doré


Gustave Doré

Cidade irreal, sob a fulva neblina de uma aurora de inverno,
Fluía a multidão pela Ponte de Londres, eram tantos,
Jamais pensei que a morte a tantos destruíra.
Breves e entrecortados, os suspiros exalavam,
E cada homem fincava o olhar adiante de seus pés.

Galgava a colina e percorria a King William Street,
Até onde Saint Mary Woolnoth marcava as horas
Com um dobre surdo ao fim da nona badalada.
Vi alguém que conhecia, e o fiz parar, aos gritos: "Stetson,
Tu que estiveste comigo nas galeras de Mylae!
O cadáver que plantaste ano passado em teu jardim
Já começou a brotar? Dará flores este ano?
Ou foi a imprevista geada que o perturbou em seu leito?

Conserva o Cão à distância, esse amigo do homem,
Ou ele virá com suas unhas outra vez desenterrá-lo!
Tu! Hypocrite lecteur! - mon semblable -, mon frère ...



Este poema é incrível!
Gostaria de saber o nome desta obra de Doré, se alguém souber....
avatar
Tânia Souza

Mensagens : 2066
Data de inscrição : 27/12/2008
Idade : 41

Ver perfil do usuário http://recantodasletras.uol.com.br/autores/titania

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por seguidorlovecraft em Dom 17 Maio 2009 - 16:51

avatar
seguidorlovecraft

Mensagens : 1126
Data de inscrição : 16/01/2009
Idade : 33
Localização : Rio Grande do Sul

Ver perfil do usuário http://seguidorlovecraft.multiply.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por Tânia Souza em Dom 17 Maio 2009 - 22:39

Imagens lindas demais Leo.
avatar
Tânia Souza

Mensagens : 2066
Data de inscrição : 27/12/2008
Idade : 41

Ver perfil do usuário http://recantodasletras.uol.com.br/autores/titania

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por Tânia Souza em Sex 19 Jun 2009 - 15:12

Mãos são ... inspiradoras para nefastas composições poéticas.
Participem!!!

"The Dead Hands" - by Kizioko

avatar
Tânia Souza

Mensagens : 2066
Data de inscrição : 27/12/2008
Idade : 41

Ver perfil do usuário http://recantodasletras.uol.com.br/autores/titania

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por seguidorlovecraft em Sex 19 Jun 2009 - 15:53

Fala mais a respeito, Tânia!

Abraços
LNN
avatar
seguidorlovecraft

Mensagens : 1126
Data de inscrição : 16/01/2009
Idade : 33
Localização : Rio Grande do Sul

Ver perfil do usuário http://seguidorlovecraft.multiply.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por Tânia Souza em Sex 19 Jun 2009 - 23:52

Leo, a ideia ( sem acentooooo).. é exercitar o lirismo mesmo, ou seja, escolhi esta imagem para inspirar poesias, prosa poética, poemas, enfim, e assim, ampliarmos a criatividade, exercitando imagens sombrias, sentimentos, ambientes, o que surgir. O Afonso já tinha dado a ideia de fazermos isso com contos também.


O que acha da ideia, será que esta bela imagem não inspira alguns versos?
avatar
Tânia Souza

Mensagens : 2066
Data de inscrição : 27/12/2008
Idade : 41

Ver perfil do usuário http://recantodasletras.uol.com.br/autores/titania

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por Afonso em Sab 20 Jun 2009 - 0:30

Tânia Souza escreveu:Leo, a ideia ( sem acentooooo).. é exercitar o lirismo mesmo, ou seja, escolhi esta imagem para inspirar poesias, prosa poética, poemas, enfim, e assim, ampliarmos a criatividade, exercitando imagens sombrias, sentimentos, ambientes, o que surgir. O Afonso já tinha dado a ideia de fazermos isso com contos também.


O que acha da ideia, será que esta bela imagem não inspira alguns versos?

Olha, poesia não é a minha praia, mas estou curioso para saber quem será o primeiro aventureiro que irá pintar as palavras por aqui em cima desta imagem. Eu como não tenho o olhar poeta em questão, pra mim são apenas 2 mãos muito sujinhas. Quero ver o que dá pra extrair daí e melhorar um pouco esta minha visão pragmática e insensível. What a Face
avatar
Afonso

Mensagens : 702
Data de inscrição : 28/12/2008
Idade : 50

Ver perfil do usuário http://www.contosfantasticos.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por Tânia Souza em Sab 20 Jun 2009 - 0:55

Afonso, a hora é boa para começarmos um tópico para a produçao dos contos inspirados em imagens, que acha?


Mãos sujinhas? ohhh!!!!
avatar
Tânia Souza

Mensagens : 2066
Data de inscrição : 27/12/2008
Idade : 41

Ver perfil do usuário http://recantodasletras.uol.com.br/autores/titania

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por seguidorlovecraft em Sab 20 Jun 2009 - 12:56

Mãos que se encontram
Ensanguentadas,
Sujas, mal amadas
Jogadas por aí
à procura da morte
ainda assim, vivas.
Saem do túmulo e vagam,
solitárias
esparramando o horror na mulditão.
De qual corpo elas pertenciam?
De qual cova saíram, e para qual cova voltarão?
Se é que um dia voltarão...
Percebe-se o esforço
quase involuntário
De ter saído da terra da qual foram enterradas.

-----

Que grito é esse...?
Desespero
Solidão,
Abandono.
É o corpo da cova
hoje apenas osso - mas um dia corpo e alma
Que reclama a perda de suas mãos.


Amigos, de forma rápida, foi isso que consegui fazer.
Tentem melhorar, por favor.
Também tenho uma ideia a ser adicionada: o que os amigos acham de fazermos um conto - entendam bem - composto por poesias?! Quero dizer, eu comecei, agora alguém continua, criando assim uma história contada poeticamente.
Entenderam?

Abraços
LNN
avatar
seguidorlovecraft

Mensagens : 1126
Data de inscrição : 16/01/2009
Idade : 33
Localização : Rio Grande do Sul

Ver perfil do usuário http://seguidorlovecraft.multiply.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por Tânia Souza em Sab 20 Jun 2009 - 15:17

seguidorlovecraft escreveu:
Mãos que se encontram
Ensanguentadas,
Sujas, mal amadas
Jogadas por aí
à procura da morte
ainda assim, vivas.
Saem do túmulo e vagam,
solitárias
esparramando o horror na mulditão.
De qual corpo elas pertenciam?
De qual cova saíram, e para qual cova voltarão?
Se é que um dia voltarão...
Percebe-se o esforço
quase involuntário
De ter saído da terra da qual foram enterradas.

-----

Que grito é esse...?
Desespero
Solidão,
Abandono.
É o corpo da cova
hoje apenas osso - mas um dia corpo e alma
Que reclama a perda de suas mãos.


Amigos, de forma rápida, foi isso que consegui fazer.
Tentem melhorar, por favor.
Também tenho uma ideia a ser adicionada: o que os amigos acham de fazermos um conto - entendam bem - composto por poesias?! Quero dizer, eu comecei, agora alguém continua, criando assim uma história contada poeticamente.
Entenderam?

Abraços
LNN

Gostei da ideia Leo, vamos compondo e se preciso for , reorganizamos depois, tentei algo...


Mãos que se encontram
Ensanguentadas,
Sujas, mal amadas
Jogadas por aí
à procura da morte
ainda assim, vivas.
Saem do túmulo e vagam,
solitárias
esparramando o horror na multidão.
De qual corpo elas pertenciam?
De qual cova saíram, e para qual cova voltarão?
Se é que um dia voltarão...
Percebe-se o esforço
quase involuntário
De ter saído da terra da qual foram enterradas.

-----

Que grito é esse...?
Desespero
Solidão,
Abandono.
É o corpo da cova
hoje apenas osso - mas um dia corpo e alma
Que reclama a perda de suas mãos.

-------
Guardam estas mãos um segredo
De um sentimento em vida proibido
Romperam túmulos sem medo

Ah, vendetta jurada em paixão
Sombrios instantes
Em impiedosa sentença
Chamas de uma morte violenta

Nas sombras da foice e do não
Amantes em maldição
Clamaram aos demônios
Vil solução

Não há barreira que oculte
Não há palmos, por sete que sejam
Que separem um juramento
Inda q’em febre de ódio ou amor
Forjados em sangue e dor

Vingança, satisfação
Oh, profana perdição
Destas mãos insanas
Unidas em putrefação
Sedentas de carne e sangue
Espalham perdição


Quem continua?
avatar
Tânia Souza

Mensagens : 2066
Data de inscrição : 27/12/2008
Idade : 41

Ver perfil do usuário http://recantodasletras.uol.com.br/autores/titania

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por Afonso em Seg 22 Jun 2009 - 0:14

Só tô passando pra dar uma espiadinha. Tá ficando interessante a poesia, hein?

Tânia, sobre a mesma dinâmica ocorrer com o conto ( sobre temas inspirados em imagens ) acho legal, mas veja, eu e você já comentamos 2 vezes lá na necropolis e não houve eco. Se um dia a galera topar eu posso até escolher as imagens, coloco números nelas, aviso no dia e hora que vou postar e cada um escolhe a sua, a que sobrar, fica pra mim. Very Happy

Quanto a poesia, vou só acompanhar a construção, não tenho o menor jeito para o gênero! Cool
avatar
Afonso

Mensagens : 702
Data de inscrição : 28/12/2008
Idade : 50

Ver perfil do usuário http://www.contosfantasticos.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por seguidorlovecraft em Seg 22 Jun 2009 - 0:31

A ideia de fazermos um conto propriamente dito me parece boa. No entanto... penso eu que para escrever um conto precisa de um tempo maior, de uma concentração maior, de atenção, de "solidão" para que as palavras possam fluir. Pode dar certo desde que a principal regra seja um número de páginas (ou de caracteres, se for de preferência) menor - de duas a três - e de, no mínimo, uma semana para escrevê-lo. Na poesia a coisa fica mais fácil, digamos. Precisamos dispor de cinco minutos de nosso tempo para discorrer algumas linhas, que vão se somando com as outras linhas que os amigos vão tecendo sem precisar dessa "solidão" para escrever. ("Solidão" mais em sentido metafórico).

Abraços
LNN

ps: boa noite para todos!!!!
avatar
seguidorlovecraft

Mensagens : 1126
Data de inscrição : 16/01/2009
Idade : 33
Localização : Rio Grande do Sul

Ver perfil do usuário http://seguidorlovecraft.multiply.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: POÉTICA DAS SOMBRAS

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum