CINEMA FANTÁSTICO - Dicas de filmes de terror, horror, ficção-científica, fantasia e demais temas relacionados à arte fantástica.

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ir em baixo

Re: CINEMA FANTÁSTICO - Dicas de filmes de terror, horror, ficção-científica, fantasia e demais temas relacionados à arte fantástica.

Mensagem por Henry Evaristo em Sex 7 Ago 2009 - 14:48

Obed de Faria Junior escreveu:Do meu ponto de vista, o filme original foi todo ele extremamente piegas. Mas, naquela época, isso era quase inevitável. O filme tinha um público alvo que eram os frequentadores das matinês. Portanto, a pieguice estava no contexto do que lhes era palatável, na ocasião.

É isso. Não gostei do remake de "O Dia..." e nem do original. A contextualização do filme de acordo com sua época feita pelo Obed é exata e muitos filmes e livros de ficção-científica foram elaborados sob essa ótica. Dessa época eu prefiro Os Invasores de Corpos, tanto o livro quanto o filme, apesar de gostar ainda mais da versão feita nos anos 70, com o Donald Sutherland.
avatar
Henry Evaristo
Admin

Mensagens : 753
Data de inscrição : 27/12/2008

Ver perfil do usuário http://forumdacamara.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CINEMA FANTÁSTICO - Dicas de filmes de terror, horror, ficção-científica, fantasia e demais temas relacionados à arte fantástica.

Mensagem por Henry Evaristo em Sex 7 Ago 2009 - 14:53

Vejam mais um dos cartazes que estão circulando por aí do filme O LOBISOMEM.

avatar
Henry Evaristo
Admin

Mensagens : 753
Data de inscrição : 27/12/2008

Ver perfil do usuário http://forumdacamara.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CINEMA FANTÁSTICO - Dicas de filmes de terror, horror, ficção-científica, fantasia e demais temas relacionados à arte fantástica.

Mensagem por Henry Evaristo em Sex 7 Ago 2009 - 16:47




Um filme bastante obscuro no Brasil, mas que se tornou cult depois de seu lançamento em VHS nos anos 90, é DUST DEVIL, aqui intitulado O COLECIONADOR DE ALMAS. Dirigido pelo sul Africano Richard Stanley, o filme nos mostra de forma criativa e inovadora uma trama que bem poderia ser de um demônio que se sente atraído pelos desejos de morte de suas vítimas, como tmbm de um novo tipo de vampiro.

Filmado nas áridas paisagens da Namíbia, e palícula tem uma capacidade única de envolver o espectador e levá-lo à uma jornada angustiante aos confins do mundo, ou como queiram, ao berço decrépito de nossa civilização onde as cores e as condições violentíssimas do ambiente africano invadem como espectros tão assustadores quanto a propria entidade. Um filme que não poderia jamais cair no esquecimento que caiu cá em nosso país. De quebra o trabalho conta ainda com uma trilha sonora inesquecível composta por Simon Boswell.

Vejamos o que dizem por ai deste filme:

A expressão “dust devil” se refere a um fenômeno meteorológico muito comum no oeste dos Estados Unidos e em outras grandes planícies desertas. São aqueles redemoinhos de poeira, parecidos com pequenos furacões de areia seca, que podem ser vistos em dias quentes e sem vento. Nas regiões que registram o fenômeno, eles são muitas vezes associados a lendas e mitos locais, como a própria expressão original indica (no Brasil, o folclore diz que o Saci Pererê ou o próprio Satã se escondem dentro deles). O cineasta sul-africano Richard Stanley aproveitou a lenda para criar “O Colecionador de Almas” (Dust Devil, África do Sul, 1993), um mix de horror sobrenatural e thriller criminal, aproveita as desoladas paisagens naturais do país africano para absorver uma atmosfera onírica e exótica.

Produzido com o modesto orçamento de US$ 4,6 milhões, o longa-metragem ganhou status de cult em certos círculos cinéfilos, devido aos problemas enfrentados pelo diretor para lançá-lo comercialmente. Filmada em 1991, a obra demorou dois anos para entrar em circulação, e mesmo assim em cópias não autorizadas pelo cineasta. Ocorre que, por contrato, Stanley tinha direito à montagem final da versão européia, ficando a norte-americana sob poder da produtora Miramax. O estúdio rejeitou o corte original de 120 minutos, reeditou o filme à revelia do diretor e deu início a uma batalha judicial. A versão mutilada de “O Colecionador de Almas” acabou sendo exibido em alguns países. Em outros, como a Inglaterra, o filme jamais foi lançado.

Aliás, após a falência da empresa inglesa associada à produção, os copiões originais passaram dois anos desaparecidos, até o diretor conseguir encontrá-los em um cofre nos arquivos de outra empresa. Stanley montou uma versão oficial, mas só conseguiu mostrá-la ao mercado de home video, com o lançamento de DVDs especiais. Toda essa confusão acabou por atrair os olhares dos amantes de filmes obscuros, que ergueram em torno da obra uma aura cult.

Stanley filmou nos desertos da Namíbia, e demonstra claro interesse pelo folclore local, dando espaço generoso na história ao personagem de um curandeiro que serve de guia para o detetive que investiga uma série de assassinatos sangrentos. A composição do personagem do policial vai na contramão dos protagonistas habituais – é um negro de meia-idade (John Matshikiza) que se mostra cético quanto à existência de explicações sobrenaturais para as mortes. Esta explicação, porém, existe, já que os crimes vêm sendo cometidos por uma entidade demoníaca que toma forma de um viajante solitário (Robert John Burke). O “demônio de areia” dá cabo de pessoas angustiadas que pensam em suicídio. Este é o exato perfil de Wendy (Chelsea Field), garota que acaba de largar o marido violento (Rufus Swart) e trafega sem rumo pelas estradas poeirentas do interior da África do Sul, enquanto é perseguida pelo amante.



Utilizando uma fotografia fortemente estilizada, que usa tonalidades carregadas de laranja e vermelho e abusa de tomadas panorâmicas do deserto para enfatizar a alienação dos personagens, o cineasta filma estas quatro figuras trágicas em rota de colisão. A narrativa é deliberadamente lenta, abrindo espaço para sonhos e delírios, e algumas seqüências gráficas de violência e sexo. Stanley afirma ter criado uma narrativa em formato de espiral, como um verdadeiro “dust devil”, em que as tramas paralelas torcem e contorcem até se chocarem em um final vibrante, que se desenrola em cenário genuinamente apocalíptico. Não chega a ser brilhante, mas é bem divertido.

O filme ganhou diversos lançamentos em DVD a partir de 2003. A mais caprichada vem numa caixa quíntupla, que inclui duas diferentes versões da obra – o chamado “The Final Cut”, com 107 minutos, e uma cópia de trabalho, com 114 minutos –, mais três documentários feitos pelo diretor e outro especificamente sobre o filme. Um CD com a trilha sonora vem junto, e comentários em áudio de Stanley estão disponíveis. O corte final tem ótima qualidade de imagem (widescreen 1.85:1 anamórfica) e áudio OK (Dolby Digital 5.1).

- O Colecionador de Almas (Dust Devil, África do Sul, 1992)
Direção: Richard Stanley
Elenco: Robert John Burke, John Matshikiza, Terri Norton, Chelsea Field
Duração: 107 minutos






avatar
Henry Evaristo
Admin

Mensagens : 753
Data de inscrição : 27/12/2008

Ver perfil do usuário http://forumdacamara.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CINEMA FANTÁSTICO - Dicas de filmes de terror, horror, ficção-científica, fantasia e demais temas relacionados à arte fantástica.

Mensagem por Obed de Faria Junior em Sex 14 Ago 2009 - 7:05



Arrasta-me para o inferno!

Estreia, hoje, nos cinemas brasileiros.

Pretendo assistir tão logo possa. É do mesmo diretor de Evil dead. As críticas são elogiosas. Acho que vale a pena conferir.
avatar
Obed de Faria Junior

Mensagens : 23
Data de inscrição : 20/07/2009
Idade : 57
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário http://obed.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CINEMA FANTÁSTICO - Dicas de filmes de terror, horror, ficção-científica, fantasia e demais temas relacionados à arte fantástica.

Mensagem por Henry Evaristo em Sex 14 Ago 2009 - 13:29

Obed de Faria Junior escreveu:


Arrasta-me para o inferno!

Estreia, hoje, nos cinemas brasileiros.

Pretendo assistir tão logo possa. É do mesmo diretor de Evil dead. As críticas são elogiosas. Acho que vale a pena conferir.

Esse, aliás, é uma das grandes esperanças para o cinema de terror este ano. Acho mesmo que só vou conseguir assistir quando for lançado em DVD. A outra grande espera é para o remake de O LOBISOMEM que, me parece, tmbm estará estreiando nos proximos meses.
avatar
Henry Evaristo
Admin

Mensagens : 753
Data de inscrição : 27/12/2008

Ver perfil do usuário http://forumdacamara.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CINEMA FANTÁSTICO - Dicas de filmes de terror, horror, ficção-científica, fantasia e demais temas relacionados à arte fantástica.

Mensagem por Henry Evaristo em Sex 14 Ago 2009 - 16:27

...e falando em licantropia vendo o youtube lembrei de uma série dos meus tempos de pre-adolscente que me marcou demais, primeiro por que morria de medo dela. As coisas relacionadas com a transformaçao de gente em animal sempre me afetaram muito, não sei por que. Tem algum psicologo aí?

Bem, os outros tiozinhos aí, que nem eu, vão se lembrar dessa série dos anos 80. MANIMAL. A série mais licantrópica que já passou na televisão brasileira, e ninguem sabia disso naquela época, rsrsrsrssr!

Olha a abetura, bem ao estilo tosco dos anos 80:

avatar
Henry Evaristo
Admin

Mensagens : 753
Data de inscrição : 27/12/2008

Ver perfil do usuário http://forumdacamara.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CINEMA FANTÁSTICO - Dicas de filmes de terror, horror, ficção-científica, fantasia e demais temas relacionados à arte fantástica.

Mensagem por Henry Evaristo em Sex 14 Ago 2009 - 16:31

e continuando com as lembranças do passado antigo que se foi e que não volta mais, olhem a abertura do seriado HOMEM ARANHA, que a globo apresentava tmbm nos anos 80, apesar de ser de 1970!

avatar
Tânia Souza

Mensagens : 2066
Data de inscrição : 27/12/2008
Idade : 42

Ver perfil do usuário http://recantodasletras.uol.com.br/autores/titania

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CINEMA FANTÁSTICO - Dicas de filmes de terror, horror, ficção-científica, fantasia e demais temas relacionados à arte fantástica.

Mensagem por Henry Evaristo em Sex 21 Ago 2009 - 11:53



Amigos, um trailer para o filme O LOBISOMEM, está disponível na rede. É ótimo, bem aquilo que se esperava. Mas, ao mesmo tempo, trás uma preocupação: pelas imagens podemos notar um uso de efeitos digitais já passando do limite do aceitável. Isso, para mim, é inacreditável considerando que o responsavel pelos efeitos especiais do filme é o Rick Baker, o maior maquiador do mundo, responsável pelos lobisomens de UM LOBISOMEM AMERICANO EM LONDRES; o lobisomem do clip de MICHAEL JACKSON, e foi ainda colaborador para os efeitos dos lobisomens do filme GRITO DE HORROR.

Bem, há ainda outro problema: Pelas imagens pude notar que o monstro do filme parace padecer daquele problema dos monstros dos filmes atuais: Parece que ele tomou alguma droga que o deixou turbinado, com aqueles movimentos tão rapidos que os olhos não conseguem acompanhar.

Vejam o trailer no site OMELETE:

http://www.omelete.com.br/cine/100021610/Assista_ao_estiloso_trailer_de_O_Lobisomem.aspx
avatar
Henry Evaristo
Admin

Mensagens : 753
Data de inscrição : 27/12/2008

Ver perfil do usuário http://forumdacamara.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Manual do Suicídio 2 - Nível Intermediário

Mensagem por Rebis em Seg 26 Abr 2010 - 17:49